Afinal, o que é Marketing?
06-Out-2016 / BLOG

Afinal, o que é Marketing?

A American Marketing Association oferece a seguinte definição: o marketing é uma função organizacional e um conjunto de processos que envolvem a criação, a comunicação e a entrega de valor para os clientes, bem como a administração do relacionamento com eles, de modo que beneficie a organização e seu publico interessado. (2006, p.4)    
Kotler e Keller (2012, p.3), ainda nos ensinam que: “o marketing envolve a identificação e a satisfação das necessidades humanas e sociais. Uma das mais sucintas e melhores definições de marketing é a de suprir necessidades gerando lucro”.
Já para Churchill e Peter (2012, p.5), o marketing é: “o processo de planejar e executar concepção, estabelecimento de preços, promoção e distribuição de ideias, bens e serviços a fim de criar trocas que satisfaçam metas individuais e organizacionais".
Churchill e Peter (2012) refletem ainda que o objetivo central do marketing é propiciar trocas entre clientes e organizações, num contexto onde ocorram benefícios para ambos e do qual, participam de maneira voluntária.
De maneira informal, basta pesquisar pela web e incontáveis são as definições que encontramos para tentar explanar em termos simples o que é de fato este termo tão popular no meio empresarial.
Falar sobre marketing, segundo minha ótica é muito mais que discorrer sobre o popular Mix Marketing, Composto Mercadológico, os 4 P’s (produto, preço, praça e promoção).
Para mim o marketing se faz presente antes mesmo da constituição do negócio. Quando pensamos em conceber uma empresa, avaliamos o tamanho do mercado e isso é marketing, definimos qual o produto ou serviços a ser comercializado e quais os atributos que deverão ser reconhecidos por nosso cliente e isso é marketing. Nome, marca, embalagem, localização, ponto comercial, físico ou virtual, fachada, vitrine, tudo isso é marketing.
A apresentação dos vendedores, a abordagem de vendas, a assinatura em um e-mail, O café na recepção, o tom de voz ao telefone, a cor da gravata do gerente e o bom dia do porteiro. Isso tudo é marketing.
O aroma do ambiente, a disposição dos produtos, a cor e a iluminação. Ë marketing puro!
A comunicação através das mídias, ou a comunicação não verbal relativa a postura e gestual da equipe de atendimento. É marketing. Cada contato que sua empresa efetiva com o mundo exterior é marketing.
Portanto é inútil estabelecer um planejamento de marketing e deixa-los restritos a equipe de planejamento e gestão, é necessário que todos os setores da empresa conheçam e adotem a postura de viver o conceito do negócio.
Para os autores Graham, John e Nigel (2005) as ações de todos os departamentos da empresa causam impacto na satisfação do cliente final, portanto, cada vez mais, é preciso que o marketing não esteja restrito ao setor de marketing e sim a toda a empresa.
Esclarecendo, Graham, John e Nigel (2005), reforçam que a “função de marketing no sentido de ‘fazer marketing’ é tarefa do departamento de marketing, porém tornar-se e ser voltado para o marketing é trabalho de toda a organização”.
Por fim, não posso deixar de mencionar a frase que aprendi na graduação e que inspira meu trabalho: 
Marketing é tudo e tudo é marketing.                                                                                                                                                                                                                                      

Autor: Tatiani Fistarol - Especialista em Marketing Estratégico

Fontes:
CHURCHILL, Gilbert A.; PETER, J. Paul. Marketing: criando valor para os clientes,
3a ed. São Paulo: Saraiva, 2012.
GRAHAM j. hooley, JOHN a . saunders, NIGEL f. piercy. Estratégia de Marketing e Posicionamento Competitivo, 3a ed. São Paulo: pearson prentice hall 2005.
KOTLER, Philip; KELLER, Kevin Lane. Administração de marketing. 12.ed. São Paulo: Pearson, 2006.
______. Administração de Marketing. 14a ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil: 2012.